Após prisão de traficante Polícia Civil realiza operação e prende vários por tráfico e posse de arma de fogo em Nova Alvorada do Sul

Após levantamentos realizado pelos policiais civis o homem levou a polícia em diversos pontos da cidade e da zona rural de Nova Alvorada do Sul.

Por Redação 23/01/2019 - 07:16 hs

Após prisão de traficante Polícia Civil realiza operação e prende vários por tráfico e posse de arma de fogo em Nova Alvorada do Sul
Foto: Divulgação PM

A Polícia Civil de Nova Alvorada do Sul com apoio do S.I.G de Rio Brilhante desencadeou uma força tarefa nesta última terça-feira (22), no município. A operação aconteceu em prosseguimento a prisão de R.S de 40 anos, o fato aconteceu na última segunda-feira (21), por volta das 23:50hs quando uma equipe da polícia militar de Nova alvorada do Sul realizavam rondas pela região central da cidade quando na rua Manoel Antunes Lopes avistaram saindo de um bar um homem já conhecido pelos policiais, segundo é de conhecimento da equipe policial R.S ele foi preso por tráfico de drogas.

Após levantamentos realizado pelos policiais civis o homem levou a polícia em diversos pontos da cidade e da zona rural de Nova Alvorada do Sul,  segundo foi apurado o Homem teria recentemente guardado uma arma de fogo no sítio de seu pai, localizado no Assentamento Bebedouro, ao chegarem no local o pai do homem autorizou os policiais a vasculharem a casa e logo foi encontrado na residência, dentro de uma maleta, uma pistola calibre .40mm, de propriedade da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado de Mato Grosso do Sul (SEJUSP), junto de várias munições de diferentes calibres, logo em seguida o homem disse aos policiais onde guardaria drogas e armas de fogo, ele disse que usava uma casa localizada na rua Coronel Confúcio Pomplona, a residência era usada para pesar e fracionar as drogas. No local, foi encontrado um morador de 32 anos, que autorizou a entrada dos policiais em sua residência permitindo que a equipe realizarem a vistoria. No quarto do morador, foi encontrado uma munição calibre .22, sem marca ou procedência aparente. Perguntado a respeito de seu envolvimento com R.SC, R.C.M confessou que cedia o espaço para que ele realizasse a pesagem e preparo das substâncias antes da venda, recebendo 200 reais por isso e que já auxilia R.S no tráfico de drogas há pelo menos 3 ou 4 meses.

R.S de 40 anos também indicou onde guardava outras porções de drogas e mais armas na Rua Ayde de Souza Araújo, onde foi encontrada uma mulher de 18 anos, dentro da residência dela foi localizada uma porção de cocaína e outra de pasta-base. A mulher ainda disse que R.S  teria entregado a arma a um homem de 37 anos, o qual trabalha em um comércio no município, Ao chegarem no comércio que fica na rua Cassiano Leal Pael os policiais encontraram um revólver calibre 38, desmuniciado e com numeração aparentemente íntegra, a arma estava em uma mochila junto de três munições do mesmo calibre e uma balança de precisão.

A mulher confessou que tomava conta da casa, a mando de R.S e que recebia um salário de aproximadamente R$800,00 (oitocentos reais), nos fundos da casa em um mato, foi localizada uma lata enterrada, na qual foi encontrada pelos policiais uma porção de maconha e outra de cocaína. Ao serem questionados sobre a localização de uma arma calibre 12, que seria de sua propriedade, confirmou que teria aguardado em outro local, em um sítio próximo a uma fazenda, os policiais foram ao local, onde foi encontrada a arma, com a numeração raspada, bem como uma munição intacta de mesmo calibre.

Diante dos fatos todos os envolvidos receberam voz de prisão e foram encaminhados para delegacia de polícia civil onde estão a disposição da Justiça. O caso foi registrado como RESISTÊNCIA, POSSE IRREGULAR DE ARMA DE FOGO DE USO PERMITIDO, PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO DE USO PERMITIDO, POSSE OU PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO DE USO RESTRITO, TRÁFICO DE DROGAS, TRÁFICO DE DROGAS, RELACIONADO A COLABORAR, COMO INFORMANTE, COM GRUPO, ORGANIZAÇÃO OU ASSOCIAÇÃO DESTINADOS A PRÁTICA DE QUALQUER DOS CRIMES PREVISTOS NOS ARTS. 33, CAPUT E § 1, E 34 DESTA LEI.

Nenhuma descrição de foto disponível.


RELEMBRE O CASO SOBRE A PRISÃO DO HOMEM DE 40 ANOS

A Polícia Militar de Nova Alvorada do Sul prendeu um homem de 40 anos depois de encontrar em sua casa maconha, pasta base de cocaína e cocaína, ele foi detido também por resistir a prisão.

O fato aconteceu por volta das 23:50hs desta última segunda-feira (21) quando uma equipe da polícia militar de Nova alvorada do sul realizavam rondas pela região central da cidade quando na rua Manoel Antunes Lopes avistaram saindo de um bar um homem já conhecido pelos policiais, segundo é de conhecimento da equipe policial R.D.S de 40 anos está no regime semiaberto e não poderia estar naquele horário na rua nem mesmo em um bar. Diante disso os PMs resolveram abordar o homem mas ele não obedeceu a ordem dada pelos policiais e empreendeu fuga para o portão da sua residência que fica próximo do local, ele foi alcançado pela equipe e abordado, Segundo consta em boletim de ocorrência o homem estava embriagado e no momento da abordagem resistiu a prisão, e para a segurança dele e da equipe policial o mesmo foi algemado.

Uma mulher que é moradora da residência autorizou os policiais a entrarem na casa, e nos pertences de R.S a equipe encontrou uma carteira com R$ 745,00 sendo diversas notas de 5, 10, 20 e 50 reais, além de 20 reais que estavam no bolso do homem de 40anos, sendo assim a quantia total ficou em R$ 765,00. Foi encontrado também diversos depósitos bancários aumentando a suspeita dos policiais que ali poderia ter indícios de tráfico de drogas.

Dentro da casa os policiais encontraram uma faca com restos de pasta base, ou seja tinha acabado de ser usado para fracionar a droga, foram encontrado também sacolas plásticas cortadas para o embalo do entorpecente além de duas porções de pasta passe e cocaína pesando aproximadamente  4 e 2 gramas, em outro cômodo da casa foi encontrado dentro de um leão de pelúcia mais 2 porções de maconha pesando aproximadamente 5 gramas.

R.S de 40 anos afirmou aos policiais que não esconde muita droga em casa e sim no mato que da ultima vez que foi preso só pegaram bastante porque ele tinha acabado de chegar e não tinha dado tempo de esconder no mato. A pasta base apreendida seria suficiente para embalar de 12 a dezesseis trouxinhas de entorpecente, já a cocaína seria suficiente para embalar de seis a oito trouxinhas.

Diante dos fatos todos os materiais de tráfico  encontrados na residência foram encaminhados juntamente com o homem de 40 anos até a delegacia de polícia civil onde foi autuado em flagrante pela prática de tráfico de drogas e resistência a prisão.